Concílios Ecuménicos Católicos

Um Concílio Ecuménico (ecuménico: universal, ou seja, toda a Igreja Católica é uma reunião de todos os bispos da Igreja para refletir sobre pontos de doutrina que precisam de ser esclarecidos, promulgar dogmas, corrigir erros pastorais e condenar heresias. É presidido pelo Papa ou por algum bispo (ou cardeal) escolhido por ele.

A Igreja Católica reconhece no total 21 Concílios Ecuménicos, desde 325 a 1965, entendendo “ecuménico”, aqui, com o sentido de “universal”, com a participação de todos os bispos católicos do mundo. Outros, porém, consideram que só os primeiros 8 Concílios foram verdadeiramente ecuménicos, pois os restantes foram realizados já depois do Cisma do Oriente, e portanto sem a participação dos cristãos orientais, pelo que seriam Concílios Católicos, e não Ecuménicos.

Cronologia dos concílios ecuménicos

Numeração

Local e designação

Duração do
Concílio

Temas principais

Niceia I 20 de Maio a 25 de Julho de 325 A heresia de Ário. Redação do Símbolo ou Credo que se recita na missa.
Constantinopla I Maio a Julho de 381 A divindade do Espírito Santo.
Éfeso 22 de Junho a 17 de Julho de 431 A heresia de Nestório. A maternidade divina de Maria.
Calcedônia 8 de Outubro a 1 de Novembro de 451 Condenação do monofisismo. A existência em Jesus Cristo de duas naturezas completas e perfeitas na unidade da pessoa, que é divina.
Constantinopla II 5 de Maio a 2 de Junho de 533 Condenação de documentos nestorianos designados Os Três Capítulos.
Constantinopla III 7 de Novembro de 680 a 16 de Setembro de 681 Condenação do monotelismo.
Nicéia II 24 de Setembro a 23 de Outubro de 787 Legitimidade da veneração de Imagens.
Constantinopla IV 5 de Outubro de 869 a 28 de Fevereiro de 870 Condenação e deposição de Fócio, patriarca de Constantinopla
Latrão I 18 de Março a 6 deAbril de 1123 A Questão das Investiduras. Independência da Igreja perante o poder temporal.
10º Latrão II Abril de 1139 Fim do cisma do Antipapa Anacleto II
11º Latrão III Março de 1179 Normas para a eleição do Papa.
12º Latrão IV 11 de Novembro a 30 de Novembro de 1215 Condenação do catarismo. Definição de transubstanciação. Preceito pascal.
13º Lião I 28 de Junho a 17 de Julho de 1245 Deposição do Frederico II.
14º Lião II 7 de Maio a 17 de Julho de 1274 União com a Igreja Grega. Regulamentação do conclave para a eleição papal. Cruzada para libertar Jerusalém.
15º Vienne 16 de Outubro de 1311 a 6 de Maio de 1312 Supressão dos Templários.
16º Constança 5 de Outubro de 1414 a 22 de Abril de 1418 Fim do Grande Cisma do Ocidente. Condenação de Wyclif e de Hus. Eleição do Papa Martinho V
17º Basileia-Ferrara-Florença 1431-1432 União com as Igrejas orientais. Reconhecimento no romano pontífice de poderes sobre a Igreja Universal.
18º Latrão V 10 de Maio de 1512 a 16 de Março de 1517 Condenação do concílio cismático de Pisa (1409-1411). Reforma da Igreja.
19º Trento 13 de Dezembro de 1545 a 4 de Dezembro de 1563 Reforma geral da Igreja, sobretudo por causa do protestantismo. Confirmação da doutrina acerca dos sete sacramentos e dos dogmas eucarísticos
20º Vaticano I 8 de Dezembro de 1869 a 18 de Julho de 1870 Dogmas sobre o Primado do Papa e da infalibilidade pontifícia.
21º Vaticano II 11 de Outubro de 1962 a 8 de Dezembro de 1965

Abertura da Igreja aos tempos atuais. Reforma da Liturgia. Constituição da Igreja, alicerçada na igual dignidade de todos os fiéis. Revelação divina. Liberdade Religiosa. Ecumenismo. Apostolado dos leigos.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s